Adolescente: intérprete do desejo adulto

O adolescente como intérprete do desejo do adulto:
inversões e proposições acerca da adolescência e passividade


Apesar da adolescência não ser um conceito psicanalítico propriamente dito, isso não impediu que ela fosse alvo de pesquisas e investigações.

Dentre as diversas contribuições no campo da Psicanálise, destacamos o potencial frutífero da teoria da sedução generalizada de Jean Laplanche. Ao elaborar a relação complexa entre instinto e pulsão – questão central na teoria e na clínica de adolescentes – Laplanche possibilitou a articulação entre a teoria da sedução e os processos psíquicos próprios à adolescência.

A partir disso e tendo essas contribuições como fio condutor, este artigo tem por objetivo discutir a tese de Calligaris sobre a adolescência como “realização do desejo inconsciente do adulto”. Ao apontar a passividade fundamental na constituição psíquica, a teoria da sedução generalizada nos possibilita pensar e refletir sobre os efeitos e características da alteridade também na adolescência.


Palavras-Chave: Adolescência; Teoria da Sedução Generalizada; Passividade.

Para ter acesso ao texto completo, entre em contato com a autora pelo e-mail: marina.reigado@gmail.com
Wordpress Themes - Travel Wordpress Themes - Restaurant Wordpress Themes